domingo, 6 de julho de 2008

A Fotonovela da Controleira (Final) - Onde ela se casa com um velho rico, mas morre amarrada à cama, num incêndio na Av. da Liberdade...

(NOTA IMPORTANTE: TODAS A IMAGENS TÊM MENSAGENS SUBLIMINARES DEDICADAS À CONTROLEIRA: CLIQUE COM O BOTÃO DIREITO DO RATO, PARA AS LER...)
... Tínhamos então ficado naquela parte em que, depois de ter papado a missinha da manhã, e vir a arrotar a hóstia, depois de ter jurado ao confessor ser pura, e nunca ter pecado, nem em acto, nem em consciência, pela rica saúdinha dos que tenho lá em casa, senhor prior, eu seja cega, surda e muda, se alguma vez pisei o risco, ligou-se ao célebre PROXY -- PROXY vem de PRO+XY, os cromossomas masculinos, o que indica uma perigosa tendência freudiana para o Complexo de Castração, de aí, a permanente necessidade de identificação com Arrebentas, Evaristos Carvalhidos, Heliogabalus e Coisinhas Fofas -- mas não se safa, não, só com um implante, e mesmo assim ia parecer um tapirzito com o cio.
Lê o excelente texto -- 17 minutos de indigestão -- do Arrebenta sobre o Estruturalismo dos Comentadores, pensa em que botão de "DENUNCIAR" é que poderá carregar, não encontra nenhum, e imediatamente cai na ratoeira de comentar um texto sobre... comentários.


... mas a coisa não lhe chega, porque agita a cabeça, com aquele tique de cabelo de dona da rua, os tiques nos olhos, e lembra-se dos disparates que publicou na véspera, sem saber ainda que ia apanhar, uns minutos depois, em cima, com uma autêntica Autópsia dos... Comentários...




-- isto não pode ficar assim, irei telefonar já ao Pedro Namora ou ao José Maria Martins (esses também já te deram para trás, não foi, filha?...), e tem de MESMO ir à caixa de comentários seguinte -- definição de PULSÃO --, e volta, e torna a voltar, depois de ter ido à Casa da Música celebrar os 100 Anos do Manoel de Oliveira, um com um retardamento mental de enredos muito parecido com o dela, e volta, já na pura euforia do disparate do "Prozac"...
... sempre foi muito boa em negação de evidências, até lhe terem pegado no IP do comentário de "Allegra Geller", e continuou a registar (!), nos contadores, lá das coisinhas secretas dela, aqui, e ali... "Allegra Geller", num desgraçado qualquer que se ligava do Algarve (temos aí as fotos, mas não vale realmente a pena perder mais tempo com isso...)
Eis senão quando estava ela, mais os seus sicaios, naquele frenesi de alma ledo e cego que a Net não deixa durar muito, e lhe bate no ombro um gajo com o ar do Dick Cheaney, e lhe pergunta, "Messalina, queres casar comigo?..." e ela olha-o da cabeça aos pés, e pensa, o velho deve ser rico, vai-me tirar desta minha vidinha miserável..., dá o "SIM", e nessa mesma noite vem para Lisboa, para celebrar as núpcias do Demo, num prédio da Avenida da Liberdade.
Ainda estava ele na segunda cápsula de "Viagra" e ela já a simular o orgasmo, para ver se despachava a coisa, começa o prédio a arder, e ela, "oh, não, agora que eu ia ser célebre e rica...", e cai-lhe em cima uma trave em chamas, com um graffito descorado, a dizer "PUTA DE MERDA". (A música de fundo é o final do "D. Giovanni" de Wolfgang Amadeus)
É aqui que acaba -- queriam que durasse para sempre, seus gulosos!?... -- a nossa telenovela, bem na véspera do 1º Aniversário da Fundação do "As Vicentinas de Braganza", ex-nome do nosso actual Blogue.
Da dita Messalina, pouco ficou, excepto as relações que irremediavelmente gangrenou, e os espaços que apagou, desfigurou, mutilou, ou envenenou para sempre:
e teria apagado a Net inteira, se, para tal, poderes tivesse, mas realmente não tinha, como muito bem lhe recordou este Administrador da "Wikipédia"...
Descansa em paz, a vida foi-te madrasta, mas , de facto, não tinhas o direito de andar a conspurcar, tanto tempo, o ar puro que os outros querem, e queriam, respirar. Tenta, agora, arranjar uma vida própria, que não seja um mero fruto de andar a parasitar os outros.

4 comentários:

Controleira disse...

Esqueceram-se dos

http://www.rotten.com
http://www.ratemypoo.com

De resto o post está bué da fixe. Não exagera, não se embrenha em estéreis metáforas, não foge com o teclado à seringa.... Ou seja, um post buereré da nice!
embora eu não faça a minima ideia quem seja a gaja de que falam e que constantemente invocam...
o Bruno, um jovem pouco dotado intelectualmente, mas vivido e mau como víboras, está aqui ao meu lado e diz que também não a conhece, o Miguel ateima e alimenta a tese que a tipa é alguem da TV e o Tiago está a dormir portanto não sabe/não responde.

Tásse bem!

Controleira disse...

Aquele comentário ali atrás vai em nome da "controleira", nick subsidiado pelo email hansbeckert@gmail.com, porque os comentários anónimos foram, vá-se lá saber por que razão, desactivados neste bestial blog.
Caso contrário seria um comentário todo catita para ser escrito pelo anónimo das 3 da matina.

P.S. desde que publicitaram o nosso email hansbeckert@gmail.com já recebemos diversas declarações de amor. Obrigados!

Anarca disse...

Ó minha patareca, os comentários anónimos foram desactivados porque a liberdade não pode ser utilizada como arma daqueles que não sabem viver em liberdade...

Entendes ou tenho que te enviar um DVD?...

962272372 disse...

A última versão é Natércia Magalhães, uam angustiada, que tem a mãe entubada e corta os pulsos. Puta que a pariu, excremento de merda