segunda-feira, 16 de junho de 2008

Te gustan las dedicatórias, cariño?

Aqui está uma dedicatória ajustada às dorminhocas que não sabem ver Revel(ações)...
Em Portugal ainda estavam muito longe os tempos em que Herman José seria despedido por se atrever a produzir irreverências mínimas na RTP, e já a TVE (Televisão Espanhola) mostrava ser o espelho de uma sociedade bem mais aberta, plural e desassombrada.
Num programa de debate (semelhante ao nosso "Prós e Contras"), que teve lugar algures nos finais dos anos 70 ou inícios dos anos 80, e que era transmitido nas noites de Segunda-feira em horário nobre para milhões de tele-espectadores, discutiam-se assuntos polémicos. O escritor Camilo José Cela foi convidado para participar num programa centrado no calão: o calão enriquecia ou desvalorizava a língua? Era esse o tema em debate naquela noite.
Camilo José Cela esteve presente no programa para defender o calão como elemento enriquecedor da linguagem dos povos. A história que se segue foi contada por ele, em horário nobre, em directo, para milhões de espectadores... entre os quais eu próprio!
Em tempos, D. Camilo tinha sido deputado numa assembleia qualquer (não sei se municipal, regional ou nacional). Após uma sessão parlamentar particularmente extenuante, o deputado Camilo José Cela começou a cabecear.
Nessa altura, o presidente da assembleia chamou-o à atenção:
- Señor Cela, está usted dormido!
(D. Camilo acorda e retruca)
-No Señoria. Estoy dormiendo!
- Pero hombre, que és lo mismo estar dormido que estar dormiendo!
- No Señoria! Que no és lo mismo estar jodido que estar jodiendo!
______________

Mira niña, mejor seria que no te quedases dormida cuando yo publico Revel. Asi, ya no tienes porque quedarte jodida por tus distracciones.

11 comentários:

e-ko disse...

um postal dum provinciano-parolo-cidadão-do-mundo do Portugal e dos allgarves que se arrepiou todo quando ouviu um palavrão dito pelo Cela...

depois são os outros que são lerdos!!! cure-se

Arrebenta disse...

Deixem-se de parvoíces. Bem basta a esquizofrénica que não se acalma, agora são vocês dois :-)

quink644 disse...

Besssschúuáááá...
Acabo de deitar o segundo balde de água...

:)

Paulo Pedroso disse...

Em que é que se baseia sua excelência EKO-Vibratória para dizer que me arrepiei com um palavrão dito pelo Cela?

Continua a enterrar-te na tua parolice ignorante.

Já está em condições de explicar porque razão o Revel tem "tanta confusão na cabecinha"?

Já ficou bem patente, aos olhos de qualquer pessoa inteligente, quem é provinciana-parola. Queres continuar a dar provas disso?

Não te chega ficar "dormida"? Queres mesmo mostrar como também gostas de ficar "jodida"?

A menina é tão lerda que queria, veja lá o tamanho do seu provincianismo, dar-me lições de francês e de castelhano.

Logo em castelhano, a minha segunda pátria. És mesmo tapadinha! Com mais um pouquinho de esforço ainda chegas à categoria "Tecla 3".

Paulo Pedroso disse...

Caro Arrebenta,

Tens toda a razão! Uma mulher que sabe que sou activo e me dedica sardas monstruosas só pode ter uma manifesta tendência para a parvoíce crónica.

Ou para a inveja! (Não deve ter gostado de saber que, ao contrário dela, nunca recorri a satisfações vibratórias).

Paulo Pedroso disse...

Ai, Quink,

São precisos muitos baldes de água para apagar este fogo que arde dentro de mim. Ainda estou todo afogueado de desejos por causa das dedicatórias eko-vibratórias.

Passeia a noite em claro a imaginar os tamanhos dos vibradores cosmopolitas que a provinciana enterra a toda a hora, enquanto folheia os "catálogos" de sardas da Taschen.

e-ko disse...

caros Arrebenta e quink,

isto já não vai com baldes de água... é a escalada que termino aqui porque já foi demonstrada a categoria do meu colega preferido.

Paulo Pedroso disse...

Refere-se às suas categorias extra-XXL size ou julga a menina que tem mais prerrogativas que os outros?

Gostas delas grandes, querida? Não entre-abras a boceta de Pandora que pode saltar lá de dentro uma sarda maior que os teus vibradores.

Nunca ouviste dizer que "quem anda à chuva, molha-se"?

Ou o teu "cosmopolitismo" só serve para "aguentar" "categorias" extra-mini size?

Se és assim tão cosmopolita, querida, aquenta as consequências das tuas escolhas e não finjas ser uma virgem púdica depois de me dedicares extra-sizes.

Não me digas que ficaste horrorizada com o que viste lá pelas mensagens não publicadas? Querida, o cosmopolitismo também é sinónimo de abertura. Não me refiro à abertura para encaixares o meu extra-size, em sentido literal, mas em sentido figurado.

Cosmopolitas há muitos... mas nem todos sabem o significado real do cosmopolitismo. Há muitos parvinhos que julgam ser cosmopolitas por terem passado uns anos a respirar atmosferas internacionais. Como se a qualidade do oxigénio fosse diferente em França. LOL

Cosmopolitismo, querida, também é saber conviver com a diferença. Mesmo com a diferença entre o meu extra-size e os teus vibradores. (Como já sei que não percebeste, eu faço-te um desenho: é em sentido figurado, ok?)

Dedica-te a folhear os catálogos de sardas da Taschen que eu prefiro outras leituras. Deve ser por andares tão distraída com as sardas XXL da Taschen que te espalhas ao comprido nos textos do Revel.

Alma Elétrica disse...

Ficamos a saber que:
O Paulo Pedroso é ativo.
Todo ele.
A boca, as mãozinhas e a bundinha também.


Isto cheira-me a spam.
Anda aqui a fazer propaganda à sua bunda activa e a anunciar nos comentarios e nos posts a sua época de rebajas.
Aposto que é publicidade fraudulenta.

Paulo Pedroso disse...

Pois é, al maminha!

Sabes porque é que é publicidade fraudulenta? Eu explico: segundo as tuas palavras, ando a fazer propaganda à minha bunda.

Sabes muito bem que é publicidade fraudulenta porque ainda no outro dia foi a tua bundinha que levou comigo em cima, não é?

Já estás outra vez a ganir de fome, sua cadela esfaimada?

Lola Chupa y Mete disse...

A alma eléctrica precisa de um bom caralho nas nalgas, para ver se já vai aviada para o São João.
São João vai ser dia de aviação, oh, oh..