sexta-feira, 27 de junho de 2008

Larry Silverstein admite o "pull it" em relação ao WTC7 e Bush apanhado em algumas mentiras inocentes acerca do 9/11

Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas




Mais uma vez dedicado à e-ko. Descansa que há muitos milhões no mundo que pensam como tu acerca destes assuntos.

No 1º vídeo a eminência parda do Larry Silverstein admite ter dado a ordem de "pull it" para o WTC7 depois de verificar que não havia salvação para o dito edifício!!!

Como é que é possível que as pessoas não compreendam que, para se preparar um edifício, daquelas dimensões, para ser demolido são necessárias muitas 24 horas!!!

No 2º vídeo o "moron" do Bush vem, passados 3 meses dos acontecimentos, dizer que, quando estava fora da sala de aulas, viu o 1º avião chocar com a 1ª Torre e que até pensou, "mas que piloto terrivel"!!!

O único vídeo desse evento só foi visto pela 1ª vez por toda a gente no dia seguinte ao dos acontecimentos, porque só os bombeiros é que o conseguiram filmar???

Não se esqueçam que o 1º ataque foi um ataque surpresa e, como tal, nenhuma cadeia de televisão estava à espera que tal acontecesse.

2 comentários:

raiva disse...

Exacto. O video loose chace fala sobre o que está mal explicao, e que levanta sérias dúvidas.
Eu sou um dos que acha que aquela história está mal contada.

e-ko disse...

Não procuro as explicações conspiracionistas, por princípio, apenas me interrogo sobre elas depois de verificar que as explicações oficiais estão cheias de contradições.

Mas, por princípio, ouço todos os sons de todos os sinos que tocam, de cabeça fria, para não excluir nenhuma hipótese de análise para as situações mais variadas até na vida de todos os dias. Não aceito as explicações aparentemente mais lógicas ou oficiais sem tentar perceber o que é menos evidente.

não é fácil perceber todas as explicações e tentar pôr-se no lugar de quem tem argumentos antagonistas, mas como não tenho crenças de nenhuma ordem, vou vazendo o exercício sem caír na fé cega de qualquer teoria.

e assim é também em relação às teorias do aquecimento global de que destaco, em primeiro lugar, a nacessidade de reduzir o cunsumo de uma forma geral nos países ocidentais, com uma especil atenção para o controle da poluição e preservação da natureza, sem fundamentalismos, não se trata só da redução dos diferentes gases com efeito de estufa, mas era já o que defendia antes que apareça a tese do aquecimento global que apenas tem cerca de duas décadas, e que não se pode por em prática cegamente contra as populações ou grupos economicamente mais frágeis e de que os teóricos não têm em conta.