sábado, 28 de junho de 2008

Resumo do dia: ZERO (Clique nas imagens, porque os comentários parecem os programas do Cláudio Ramos...)

















Neste blogue praticam-se a Liberdade e o Direito de Expressão próprios das Sociedades Avançadas

8 comentários:

Anarca disse...

Felizmente, Portugal tem Intelectuais da Treta como tu, que fazem esquecer pessoas como o Claudio Ramos...

Só uma cabecinha de alfinete é que perdia tempo a fazer copy/paste do que está disponível para todos...

A única coisinha que se aproveita, são os teus comentários, repletos de conteudo e graça...

Até o Cláudio Ramos ficou com inveja da tua esperteza...

e-ko disse...

ó madame mao tempo no canal da tlipa cagleira,

se calhagle queglhia cu Pedloso debitasse todas as inépcias que lhe vêm ao seu minúsculo céblego e queu ficasse muda e queda...

vejo qué muito culta e quecunhece gente que deve ser muito fina... mas que num sei quem é (ai os estlangleigladus só têm ignoglâncias impeglduáveis...)

vá pla sombla!

Anarca disse...

Esta madame mao se fosse vender gravatas de seda "made in china" para o Martim Moniz, ainda fazia alguma coisa útil...

Já agora esclareço a madame que sem a conhecer, a conheço muito bem...

Baralhada?...

Eu explico:

Existem vários estudos que a partir das "distorções de linguagem" estabelecem os perfis psicológicos desses individuos...

As "Chinesisses" são avaliadas nesses estudos, e as conclusões não são nada abonatórias para a madame mao...

Em virtude das crianças poderem aceder a este lugar, não vou explicar mais...

PS: Dou consultas, mas não vou a casa...

Madame Mao disse...

:-)

Sofia Bochmann disse...

Acho horrível, o meu filho pode chegar aqui e ver.

Paulo Pedroso disse...

"se calhagle queglhia cu Pedloso debitasse todas as inépcias que lhe vêm ao seu minúsculo céblego e queu ficasse muda e queda... "

Obrigado, e-ko, ouvir alguém como você dizer que tenhoum minúsculo cérebro constitui um elogio enorme.

A E-ko está a esquecer-se que me queria silenciar? Se há aqui alguém que não podia ficar mudo e calado, era eu, porque ficou bem visível, perante todos, a sua tentativa de censura: recorda-se do inaceitável que é defender políticas de Portas? Uma vez mais, a menina sabe o que significa democracia?

Ao contrário de si, eu nunca quis calar ninguém nem quis limitar a liberdade de expressão de ninguém.

Como bem sabe, não podemos dizer o mesmo de si, certo?

alucino disse...

Caro Pledoso, a sua estória está muito mal contada! Ou julga que não seguimos, desde o início, como as coisas se passaram? Ou que que eu vá buscar as provas? são muitas as que mostram que foi você o primeiro a tratar outros de ignorantes!

Paulo Pedroso disse...

Faça isso Alucino!

Fico à espera!