terça-feira, 24 de junho de 2008

E-Kokophonices











Costuma dizer-se que “Uma imagem vale mil palavras”. É por isso que, tantas vezes, se publicam imagens sem qualquer palavra adicional. Não é necessário. A imagem basta!
Seria assim, não fosse termos de aturar quem goste de fazer o papel de burro (perdão, desculpem lá, machos, eu queria dizer burra), e termos de satisfazer certas alimárias hipócritas com o poder das palavras. Sem as palavras, claro, trata-se de um abuso!
Não, para certas cabecinhas de alfinete, não há eloquência bastante em certas imagens. Para essas cabeças pequeninas, o poder das imagens que valem mil palavras desvanece-se se o seu autor for aqui o Paulo Pedroso que, obviamente, só as pode publicar como forma de cinismo ou abuso, mas jamais como um sentimento de compaixão, jamais como uma forma de interrogação sobre a nossa existência e a nossa condição humanas, nunca como um apelo à valorização do essencial, nunca como uma desvalorização do supérfluo, do superficial, do banal, do imediato, da beleza pueril.
Seria assim, não fosse estarmos perante um dos actos mais evidentes de hipocrisia que já tivemos oportunidade de assistir aqui no BM (versões I e II, incluindo o Vicentinas). Querem provas? Vamos a elas…
Alguém ouviu um piu, um piuzinho que fosse à nossa hipócrita E-Ko, quando foram publicadas estas fotos? Uma única desconsideração, um único lamento, uma lamúria que fosse, por alguém se ter atrevido a expor as misérias, as doenças ou as fealdades destas pessoas?
Alguém ouviu uma intervençãozinha que fosse da nossa “inteligente” E-Ko para lamentar o abuso da imagem de pessoas doentes? Alguém ouviu uma palavrinha que fosse para invectivar aqueles que publicaram imagens do sofrimento de terceiros? Uma única? Principalmente quando muitas dessas imagens foram publicadas sem qualquer contexto adicional ou foram incluídas completamente fora de contexto, para ilustrar, por exemplo, aspectos da política nacional? Segundo a nossa querida E-ko, nada disso constituiu um abuso. Pelo menos a avaliar pelo seu SINISTRO SILÊNCIO!
Ah, pois é! Eram publicações da Lola Chupa y Mete, do Arrebenta, do Frei Pedófilo, da Aleijadinha, do Santo Sepulcro, etc. Não eram do Paulo Pedroso! Logo, não incomodaram a epiderme cerebral de Sua Excelência E-kokophónica. Vai daí, aqui o Paulo Pedroso lembra-se de ilustrar muitas mil palavras com algumas imagens e cai o Carmo, a Santíssima Trindade e a Virgem Maria. E só nos faltava esta “virgem” hipócrita para nos fazer crer que é mesmo virgem nestas coisas e que sempre se preocupou com coisas humanitárias e que fica muito horrorizada quando a imagem de um doente é “atirada às feras”. Ela nunca viu, no BM, imagens deste tipo. Acordou, de repente, cheia de entusiasmos humanitaristas, porque o Paulo Pedroso publicou fotos de um doente.
O Braganza Mothers (em todas as suas diferentes versões), sempre apresentou imagens excessivas. Não estou a discutir (e acho que ninguém está) a bondade ou a maldade dessas publicações. O que está em causa é o direito à salvaguarda da imagem de terceiros, segundo a consciência recentemente desperta da E-Ko. Direito à imagem têm os doentes, diz ela. As fotos de pobres ou de crianças indigentes que ela publicou já não beneficiam desse tratamento. Certamente porque é ela a publicá-las e, como bem sabemos, ela é useira e vezeira a exigir para ela direitos que não concede aos outros. Também podemos discutir, à luz dos mesmos argumentos, o direito à imagem dos políticos cujas magníficas manipulações o Kaos realiza tão bem. No entanto, por estranho que pareça, jamais se ouviu uma única lamúria da E-ko, em nome do direito à imagem que ela agora tanto proclama. Mas, mesmo perdoando estas distracções da E-ko, sobre a publicação e a manipulação de imagens de pobres e de políticos, não podemos deixar de nos interrogar sobre o estranho silêncio que sempre pairou sobre a publicação, no BM, de imagens de pessoas doentes, vítimas mais que evidentes de um grande sofrimento.
Só é pena, querida, que o teu silêncio do passado seja tão estrondosamente ensurdecedor, para todos podermos constatar os limites da tua hipocrisia. E agora, querida, vai lamber as feridas da tua própria hipocrisia porque já ficou bem claro que só te lembraste de abrir a boca porque fui eu a publicar aquelas fotos. E ainda apareces aqui a fingir que te preocupas com o sofrimento alheio ou com o abuso de imagens de terceiros. Não fossem as tuas omissões do passado a melhor prova da tua rematada hipocrisia.

PS: Para além das fotos aqui publicadas, retiradas do Braganza Mothers e do Vicentinas de Braganza, que não mereceram qualquer reparo da E-ko, deixo-vos também estes links, onde poderão constatar a inexistência de qualquer preocupação humanitária da E-ko, quanto ao sofrimento alheio.
Provas da Inexistência de Deus: Publicado no Vicentinas por Arrebenta

17 comentários:

Paulo Pedroso disse...

Com um pouco de sorte ainda a vamos ver outra vez dizer que tem toda a razão.

Só é pena que o silêncio dela, do passado, lhe retire toda a (pouca) razão que pudesse ter.

e-ko disse...

o que é extraordinário é que o PP faz a festa, deita os foguetes e apanha as canas!!!!

Lola Chupa y Mete disse...

Ai, homem, pareces a "Controleira", quando lhe dava para as crises de minúcia... Se soubesses o que me aconteceu hoje na praia, começas logo, "como?... como?... conta lá outra vez", e ias ficar a salivar, mas hoje não atendo telefones e tenho coisas importantes para escrever contra o Sarkozy. :-)
Cuidem-se, que a vida é curta e os homens são muitos

Paulo Pedroso disse...

Querida E-ko,

Não, nada disso!

A rainha vai nua e chama-se E-ko!

Desta vez não lhe deu para dizer que tinha razão, pois não? Já é mais difícil espernear, como esperneou a noite passada, não é? Desta vez, como bem pôde ver, mais valia estar calada.

Bastava ter feito o que sempre fez no passado, em situações idênticas, isto é, bastava-lhe ficar caladinha, e já não se expunha ao ridículo de ver a sua hipocrisia apresentada em todo o seu esplendor.

Paulo Pedroso disse...

Querida Lola,

Minucioso não sei se sou.

Feitio para aturar hipócritas é que não tenho. Principalmente quando se armam em "virgens púdicas" quando ostentam passados muito pouco virginais.

Quanto aos telefones, como sabes, já há alguns dias que não te ligo. Prefiro não roubar-te tempo para poderes escrever as tuas anti-sakozyanas. :-))

Lola Chupa y Mete disse...

Se tivesses visto os ciganos, um deles louro, até te dava uma coisinha má. Hoje estou a "Dormicun", para não ter sonhos húmidos

Paulo Pedroso disse...

Por acaso, que me lembre, nunca fiz nenhum cigano.

Mas juro que não foi por racismo.

Além do mais, para não ser acusado de machismo, também nunca fiz nenhuma cigana.

:-))

Anónimo disse...

Este Paulo Pedroso continua o mesmo Comissário Político, bronco e saloio, tal como o conheci no Espresso Online...
Anarca

Paulo Pedroso disse...

Querido Anarca,

Só cá faltava o teu comissariado para defenderes a hipocrisia de terceiros só porque andam ideologicamente perto de ti.

Ainda não te curaste das tuas parvoíces crónicas?

Arrebenta disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Paulo Pedroso disse...

Já podem ir descansados que hoje a Controleira já se veio.

Foram dois orgasmos múltiplos que eu já apagay... um deles, definitivamente. O outro ficou assim, a modos que, para ela poder suspirar de saudade.

Paulo Pedroso disse...

E, querido "Anarca",

Nem nasci ontem, nem ando aqui a ver passar navios.

É pena que o teu "ressurgimento" se dê agora, quando a liberdade de expressão é esticada ao nível do contraditório com os discursos patetas que têm dificuldade em lidar com factos.

Exactamente como no caso da E-ko, que nunca abriu a boca para demonstrar uma pontinha de incómodo pela utilização de imagens de doentes em sofrimento, para depois me aparecer, armada em Virgem de Fátima, cheia de pruridos epidérmicos por causa das fotos do Huang.

Tens dificuldades em lidar com factos, como ela, ou limitas-te a ter dificuldades em aceitar o contraditório?

Anónimo disse...

Caro Paulo Pedroso,

Eu não conheço de lado nenhum essa tal de e-ko, mas o que me fez confusão foi ver que a dita cuja fez um comentário e calou-se e tu continuas a "bater na céguinha"

Aproveito para te dizer que essa do Comissário Político foi só para me apresentar, pois já não estou mesmo nada chateado contigo.

Aliás, tenho lido as tuas intervenções aqui, e confesso que até gosto do que escreves...

Já agora, tem lá paciência, mas as imagens em questão são um pouco fortes, e não podes deixar de entender que "fazem doer a vista"

PS: A vida é curta, não leves tudo tão a sério...

e-ko disse...

é a última vez que comento os seus posts. este é particularmente disparatado, e encarei-o com um certo humor e distância!!!!

nunca o rebaixei, apenas fiz comentários um pouco irónicos de pois de muito seriamente ter sido apelidada de uma série de qualificativos ignóbeis e em escalada permanente ao ponto a que o Paulo se permitiu de me dirigir nos títulos e nos textos insinuações ou acusações inaceitáveis... a sua pessoa ou o que pensa não me interssa nada, mas mesmo nada... só não é aceitável que venha fazer, descaradamente, proselitismo para o seus CDS-PP e querido ídolo Portas, assim como, sistematicamente, vir fazer a defesa cega ou a apologia dos EUA acusando quem só aborda o comportamento criticável de governos que, apesar de eleitos mas, de que se sabe, com resultados eleitorais sabotados... mas a sua cândida e cega crença numa América maravilhosa impedem-no de ver o mal que está a ser feito a vários níveis.

Quanto às imagens, não retiro uma palavra do que disse. há imagens que foram utilizadas, pelo Arrebenta e heter... com textos, e ainda não tinha aparecido uma série importante sem texto nem legenda ou link, todas eles têm um grau mais ou menos importantes de obscenidade mais ou menos tolerável... e não confunda a utilização das imagens de pessoas públicas ou de quem se expõe ao mediatismo e que disso vivem, há certos preços a pagar!!!... com quem só pretende tentar viver normamelte e eventualmente proteger o seu sofrimento.

ignoro-o a partir deste derradeiro comentário, tenho mais que fazer e há coisas que me interessam muito mais do que o que diz ou pensa... como o seu humor é, como já lhe foi dito, muito patético, e os seus assuntos e comentários passam a ser obsessivos e exagerados, ignore-me também!!!!! não tenho mais nada a dizer-lhe, percebeu?

Arrebenta disse...

O Paulo Pedroso e seu lápis azul fizeram desaparecer comentários, desta vez por engano porque eram meus.

:-))

É assim mesmo, salazarista!!!!!



Eu tinha escrito que se torna triste e patético constatar (pelo IP e pelo "estilo") que Paulo Pedroso II, de cognome o AbafaCroquetes, inventa anónimos para o pseudo insultarem e ter "audiência"

Aquele "anónimo" é obviamente lui-même.
Até se deu ao estúpido trabalho de por acento em "ceguinha". LOL
LOL
LOL

És tão ridicula , m´lher!
Quem não te conhecer que te foda, m´lher, que essa tripa cagueira deve tar mais carcomida que eu sei lá!!!


(agora chupa-me aqui o IP a ver se eu deixo)

Anónimo disse...

Grande arrebenta,

Desta vez estás enganado...

Sou mesmo o Anarca e desde o Expresso Online, sempre usei o mesmo nick...

Estou com alguma da rapaziada antiga do Online,- Vitor Mango, Americano, rui aguiar, etc - neste fórum que abaixo indico...

Foi precisamente para o Paulo Pedroso me identificar que referi a história do Comissário Político - contas de rosário antigo...

http://vagueando.forumeiros.com/index.htm?sid=c3cf029a6398fb0f2336cf3da148e94d

e-ko disse...

é provável que o anarca seja mesmo o anarca, mas que o comentário do Arrebenta foi apagado... isso foi; e tenho-o na minha caixa de correio... deve ter sido a secreta que o apagou!