sábado, 14 de junho de 2008

Crónicas de um Gay desventurado

Deixo-vos na companhia de um pequeno episódio nada gay!!!

O meu último companheiro, com quem mantive uma relação de 7 anos, é cantor lírico. Aqui há uns anos atrás, o Maestgo Manuel Ivo Cguz que, paga aqueles que ainda não pegcebegam, sofgue do mesmo síndgoma ogal do Miga Amagal, disse ao meu ex, num concurso de canto:

"Muito bem! Vai fazeg uma bguilhante cagueiga de baguítono".

Não há por aí alguém que peça ao Maestro Manuel Ivo Cruz que diga o mesmo a José Sócrates? Embora, com o timbre estridente que ele costuma usar na Assembleia da República, é capaz de fazer uma "Bguilhante Cagueiga de Contga-Tenog".








Mais, AQUI

2 comentários:

Alma Elétrica disse...

que coisa tão patética!

Paulo Pedroso disse...

Querida al maminha,

O que tu querias sei eu!

Sua invejosa!

Também querias que to enterrasse na "cagueiga", não é?